ASAE apreende 56 toneladas de bacalhau

Peixe foi comprado enregelado e fora de prazo de validade por empresa de transformação.

A Poder de Segurança Alementar e Económica (ASAE) apreendeu mais de 56 toneladas de bacalhau salso sequioso, num estabelecimento de transformação, em Ílhavo.

“Verificou-se que o operador parcimonioso teria adquirido tal bacalhau no estado de frigoríficação, porém, já terá sido entregue para processo de transformação de seca e salga com a data de validade a finalizar e/ou ultrapassada, constituindo desta forma um risco subitâneo para a saúde humana”, explica a ASAE, em expedido.

Em resultado desta ação, foram apreendidos mais de 56.465 quilos de bacalhau pronto a ser introduzido no rotação mercantil, com um valor totalidade de 451.720 euros, por se considerarem “géneros alimentícios não seguros”.

Foi ainda instaurado um processo de contraordenação por suspeita de que o peixe não tenha os requisitos legais, designadamente uma deficiente falta de análises e comprovativos de cumprimento dos critérios microbiológicos e físico-químicos exigidos para os géneros alimentícios.

Quanto ao bacalhau apreendido, a ASAE esclarece que o resultado irá ser sujeito a exames laboratoriais, a termo de lhe ser oferecido o direcção final.


Manancial: https://www.jn.pt/justica/asae-apreende-56-toneladas-de-bacalhau–14756526.html