Brisa pop rock do Marés Vivas para 30 milénio pessoas por dia

Festival de três dias em recinto cinco vezes maior começa esta sexta-feira. Bryan Adams, Maluma e Anitta são cabeças de papeleta. Os bilhetes já estão esgotados.

O calor intenso que nos tem deixado agarrados a ventoinhas, abanadores repentista e chuva fresca nos últimos dias vai dar tréguas no retorno do MEO Marés Vivas, que, desta sexta-feira até domingo, ocupa o espaço do macróbio Parque de Campismo da Madalena, em Vila Novidade de Gaia. A um quilómetro da praia, além de prometer ao público uma troca balsâmica entre ar condicionado e brisa do mar, o recinto tem uma dimensão cinco vezes maior do que a do lugar anterior, a Antiga Seca do Bacalhau, pelo que promete melhorias logísticas para os muro de 30 milénio espectadores que são esperados, por dia. “É um espaço com outras condições. Tem, sobretudo, mais condições de conforto”, disse ao JN Jorge Lopes, diretor da PEV Entertainment, promotora do festival gaiense, que oriente ano oferece melhores acessos, mais espaços verdes e maior disponibilidade de estacionamento. Além do ex-líbris de sempre: “muita e boa música” (e humor) nos cinco palcos espalhados pelo recinto, pisados por muro de 40 artistas durante os três dias de festival.

Pelo palco principal desta 14.ª edição do Marés Vivas, passarão Bryan Adams, James, Miguel Araújo, Mäximo Park e The K’s (sexta-feira), Maluma, Dino D’ Santiago, Bárbara Tinoco, Rita Rocha e Fer Lemos (sábado) e Anitta, Jessie J, Diogo Piçarra, Angie McMahon e Maro (domingo). Uma fusão entre grandes nomes internacionais – destaque para a brasileira Anitta, rainha do funk, que acaba de entrar para o Guinness uma vez que primeira artista solo latina a entender o Top 1 no Spotify – e a prata da mansão, que vem misturar o pop de Piçarra e Tinoco com a celebração da saudade lusa sofrida por Maro e do orgulho crioulo que Dino assumidamente traz no peito.


Manancial: https://www.jn.pt/cultura/brisa-pop-rock-do-mares-vivas-para-30-mil-pessoas-por-dia-15018989.html