Câmara do Porto vai receber 15 milénio euros por mês por oito bancas no Mercado do Bolhão – Sociedade

Uma das mais pequenas bancas do Mercado do Bolhão, no Porto, com 13,4 metros quadrados, entre as nove que nesta terça-feira foram a hasta pública, é a que terá a renda mais subida: 3200 euros/mês. Será um moca do grupo que já lá tem um espaço, possessor do BH, do Flame e do Trattoria. “Temos muita esperança e otimismo para levante espaço”, diz ao CM João Vaz. Em oito bancas – hasta pública de um espaço para carnes ficou deserta – o município receberá 14 985 euros de rendas.  Decorrem esta quarta-feira as hastas públicas para seis lojas no exterior.

Houve 287 pré-inscrições neste concurso, com preços-base de 16 euros/m2. A disputa entre os concorrentes em leilão originou preços muito mais altos. “A grande adesão é fruto do enorme sucesso do mercado”, diz Cátia Meirinhos, da GO Porto.

Manuela Brito, bancária reformada, era uma de 53 candidatos à mesa do moca. “Isto está difícil”, comentava antes da hasta pública. “Era um bom negócio”, dizia Alison, possessor de um moca brasílico, cuja proposta também ficou aquém. Já Sandrina Gonçalves ficou com uma mesa de 15,4 m2 por 3005,80 euros e vai vender chocolates. “O negócio é de família, a minha cunhada já tem uma mesa e eu terei uma para mim”, indicou. Foram ainda adjudicadas uma mesa de laticínios por 2100 euros, duas de especiarias por 1100 e 1550, outra de cogumelos por 1250 e duas peixarias por 1900 e 880.


Natividade: https://www.cmjornal.pt/sociedade/pormenor/camara-do-porto-vai-receber-15-mil-euros-por-mes-por-oito-bancas-no-mercado-do-bolhao