Distinguidas empresas que promovem segurança e bem-estar no trabalho

Os laboratórios Joaquim Chaves, a empresa de informática FABAMAQ e a Planycorpo, empresa dedicada a serviços de saúde, foram os vencedores, entre 85 concorrentes, do prémio Healthy Workplaces atribuído pela Ordem dos Psicólogos Portugueses e que reconhece as organizações com práticas de gestão promotoras de segurança, bem-estar e saúde no sítio de trabalho.

Criado em 2015, esta é a quarta edição do Healthy Workplaces. Os principais vencedores nas três categorias principais foram a Joaquim Chaves Saúde, na categoria de grandes organizações, a FABAMAQ Sistemas Informáticos S.A., com o primeiro lugar na categoria de médias empresas, e a Planycorpo, que conquistou o primeiro lugar na categoria micro e pequenas empresas.

Francisco Miranda Rodrigues, bastonário da Ordem dos Psicólogos, refere que esta iniciativa tem uma vez que propósito reconhecer as boas práticas na espaço do trabalho, esclarecendo que, ao receberem estes prémios, não significa que as organizações distinguidas “não cometem erros” mas sim que levante seja um incitação para “a emprego destas práticas”.

No exposição de preâmbulo da entrega de prémios, esta quarta-feira em Lisboa, o bastonário da Ordem dos Psicólogos também disse que “quando falamos de saúde mental, não falamos só de doença mental”, apontando a valimento de possuir medidas de prevenção.

Crise reforçou premência de apoios

Para tal, menciona três vetores que as empresas premiadas, ou outras que pretendam receber o prémio no horizonte, devem ter em conta para evitar que o trabalho “seja um sofrimento”. “As empresas devem prometer, ao nível da satisfação dos trabalhadores, autonomia, reconhecimento e motivação social”, afirma Francisco Miranda Rodrigues.

Presente na entrega de prémios, a ministra da Saúde, Marta Temido saudou os psicólogos pelo serviço prestado à comunidade e às alterações que fizeram nas suas práticas com a pandemia. Marta Temido também disse que “esta crise reforçou as necessidades de melhorar as condições no sítio de trabalho”, estendido também que o investimento na espaço da saúde é “indispensável”.

“Porquê agentes e entidades empregadoras, em que o meu ministério é um dos maiores empregadores na espaço, com tapume de 150 milénio trabalhadores, temos de produzir as condições para o seu bem-estar psicológico e social”, conclui Marta Temido.

Outros premiados

Na categoria principal, relativa às grandes organizações, foram também atribuídos o segundo lugar à Bosch Car Multimedia Portugal e o terceiro lugar à Siemens. Na categoria médias organizações, o segundo e terceiro prémio foram atribuídos à Repsol – Resinas e à empresa de fabrico de embalagens de cartão Cartonarte, respetivamente.

Na categoria micro e pequenas empresas, a Polidiagnóstico Empresas, especializada na prestação de trabalho em adequadas condições de segurança e saúde, ganhou o segundo lugar, com a Instauração Cecília Zino, um núcleo de proteção e assistência a crianças e jovens necessitados, no terceiro lugar.

No ano de 2022, candidataram-se a levante prémio 85 organizações, um aumento muito grande face às nove candidaturas de 2017, a última vez em que levante prémio foi atribuído. Os prémios estão divididos em três grandes categorias: grandes organizações; médias organizações; e micro e pequenas empresas. Além destas categorias, 64 organizações receberam selos de qualidade e foram entregues três menções honrosas.


Manadeira: https://www.jn.pt/vernáculo/distinguidas-empresas-que-promovem-seguranca-e-bem-estar-no-trabalho-14749000.html