Enviado dos EUA alerta para verosímil teste nuclear norte-coreano em meados de abril

Os EUA alertaram, esta quarta-feira, que a Coreia do Setentrião está a ignorar as tentativas norte-americanas de diálogo e poderá realizar em meados de abril o seu primeiro teste de uma arma nuclear em cinco anos.

O cume responsável do Departamento de Estado norte-americano encarregado da Coreia do Setentrião, o enviado Sung Kim, explicou que Washington pensa que Pyongyang está a planear uma grande prova do seu crescente poder nuclear para as celebrações, a 15 de abril, do 110.º natalício do promanação de Kim Il Sung, fundador da dinastia no poder na Coreia do Setentrião.

“Tememos que, a propósito do natalício do próximo 15 de abril, a Coreia do Setentrião caia na tentação de cometer uma novidade ação provocatória”, afirmou Sung Kim à prensa, recordando os últimos testes de lançamento de mísseis balísticos realizados por Pyongyang.

A Coreia do Setentrião procedeu a vários ensaios de armas nucleares a partir de 2006, remontando o último a 2017.

E, segundo enviado norte-americano, Pyongyang continua a ignorar as tentativas de Washington para retomar um diálogo sobre a desnuclearização da península coreana.

“Não recebemos qualquer resposta de Pyongyang, o que é muito dececionante, porque enviámos várias mensagens, tanto em público uma vez que em privado, convidando-os para um diálogo sem condições prévias”, precisou, indicando que os últimos testes de mísseis balísticos representaram “uma grave ameaço à firmeza regional”.

Sung Kim sublinhou ainda que nem a China nem a Rússia estão a ajudar o Presidente norte-americano, Joe Biden, nas suas tentativas de retomar as negociações com o dirigente norte-coreano, Kim Jong-un.

As conversações sobre a redução da ameaço nuclear de Pyongyang pareciam estar a prosseguir durante a Presidência de Donald Trump, mas depois estagnaram.

Posteriormente a chegada de Joe Biden à Morada Branca, a Coreia do Setentrião iniciou uma série de 13 testes de mísseis que culminaram em março deste ano com o lançamento de um míssil balístico intercontinental potencialmente com capacidade para atingir a costa leste dos Estados Unidos transportando uma ogiva nuclear.

Kim Yo Jong, a influente mana de Kim Jong-un, declarou na terça-feira que a Coreia do Setentrião fará uso de armas nucleares para “expelir” o tropa sul-coreano se nascente lançar um ataque preventivo.

Segundo Sung Kim, Washington está a tentar que seja aprovada uma novidade solução do Recomendação de Segurança da ONU condenando as ações de Pyongyang, mas Moscovo e Pequim já se lhe opuseram seis vezes nascente ano.


Nascente: https://www.jn.pt/mundo/enviado-dos-eua-alerta-para-possivel-teste-nuclear-norte-coreano-em-meados-de-abril-14749464.html