ERSE garante que mecanismo ibérico de pujança não gera dívida tarifária nem vai às tarifas de entrada. Pico de 15 de junho sob investigação

30710562

.beginning-of-articles p {
background: #f3f3f3;
padding: 20px;
font-size: 16px;
}
body#dark .beginning-of-articles p {
background: #262626;
}

Tem entrada livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O mecanismo ibérico para a pujança, para sustar os preços da eletricidade, e o pico de preço que houve durante quatro horas a 15 de junho (dia em que o mecanismo produziu efeitos já que entrou em vigor no dia 14 de junho) levou o presidente da ERSE (Entidade Reguladora para o Setor da Robustez) a ser ouvido no Parlamento, que agendou um conjunto de audições por culpa dos preços da pujança.

Pedro Verdelho, presidente do ERSE, não deu valores das compensações que estão a ser pagas às centrais de gás proveniente pelo facto de ter um preço sumo que podem praticar, mas garantiu que não é a generalidade do consumidor final (à exceção dos que têm preços indexados ao mercado spot) a pagá-lo.

Levante item é individual para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso base a cliente.

Leia também:

  • Os inquisidores em Famalicão

  • Droga. Sala de ‘chuto’ no Porto “não resolve zero”

  • Mansão Reîa: consumir e dançar no areeiro da Caparica

  • Ignorado, Lavrov abandona cimeira do G20 mais cedo

Leia também:

  • Leiria. Registadas algumas interrupções de pujança

  • Berlim dá “ok” à reativação de centrais a carvão

  • Galp. Margem de refinação dispara no 2º trimestre

  • Intervenções no mercado de eletricidade

Leia também:

  • Euro valeu menos que dólar, pela 1ª vez em 20 anos

  • Euro fraco encurrala BCE e espreme famílias

  • Espanha cria novos impostos sobre secretária e pujança

  • TAP aluga aviões à Hi Fly para mitigar “disrupção”

Leia também:

  • Um novo denominador geral: incerteza 

  • Tradicional para do dedo: transição ou integração?

  • Horizonte? Não tarda em chegar!

  • “Novo normal”: muitas dúvidas, algumas certezas

Manancial: https://observador.pt/2022/07/13/erse-garante-que-mecanismo-iberico-de-energia-nao-gera-divida-tarifaria-nem-vai-as-tarifas-de-acesso-pico-de-15-de-junho-sob-investigacao/