Exposição do programa internacional Primeira Pedra é inaugurada em Lisboa

33967751

A exposição que marca o final do programa Primeira Pedra, iniciado em 2016 pela associação cultural experimentadesign e que envolveu 36 autores de 15 países, é inaugurada esta quinta-feira no Museu Vernáculo dos Coches, em Lisboa.

“Primeira Pedra 2016|222”, que estará patente no exterior e no interno do Museu Vernáculo dos Coches, é, segundo a presidente da experimentadesign, Guta Moura Guedes, “uma exposição de arquitetura, arte e design contemporâneos, linguagens deste século, do século XXI”, constituída por obras “feitas em pedra portuguesa e produzidas pela indústria pátrio e, muitas das vezes, artesãos, nacionais também”.

Esta será “uma oportunidade única de se ver todo o material produzido durante seis anos, que passou por Londres, Veneza, Novidade Iorque, Milão, Dubai, uma oportunidade única de ver toda a coleção junta”.

As 74 peças, de 36 autores oriundos de 15 países, “vão estar num diálogo muito privativo com aquilo que é uma peça de arquitetura muito formosa, do [arquiteto] Paulo Mendes da Rocha, que é o Museu Vernáculo dos Coches, cá fora, na rossio”, e, no interno, com “uma coleção que vem do século XVII até ao século XIX e que é a mais importante coleção de coches do mundo”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O tamanho das peças varia entre “a graduação enorme do cubo de Carsten Holler, até aos anéis, que são muito pequeninos, dos irmãos Campana”.

Guta Moura Guedes salienta ainda que “grande segmento das peças que estão na rossio podem ser exploradas pelas crianças e os adultos, que se podem sentar nelas, podem mexer nelas, podem usá-las”, tal porquê acontece com algumas no interno.

Além de Carsten Holler e dos irmãos Campanha, “Primeira Pedra 2016|222” conta com obras, entre outros, de Ai Weiwei, Álvaro Siza, Marina Abramovic, Julião Sarmento, Eduardo Souto de Moura e Philippe Starck.

A exposição, com curadoria de Guta Moura Guedes, tem porquê promotor a Assimagra – Associação Portuguesa da Indústria dos Recursos Minerais, e conta com o Sobranceiro Patrocínio do Presidente da República Portuguesa.

A mostra é inaugurada às 22:00 e estará ocasião ao público entre sexta-feira e 25 de setembro. A inauguração tem ingresso gratuita, mas nos dias seguintes, para visitar a exposição é necessário comprar um bilhete de entrada ao Museu Vernáculo dos Coches.

Também no contextura do programa da experimentadesign, o Teatro Tivoli acolhe a conferência Primeira Pedra, “uma maratona, que começa às 10:00 e termina depois das 16:00”.

No palco do Tivoli vai transcursão “uma série de conversas, quase porquê se fossem ‘talk shows’ televisivos”, nas quais os autores “vão falar sobre porquê é que abordaram leste material, porquê é que abordaram a pedra portuguesa, porquê é se relacionaram com o material e porquê é que desenvolveram os projetos”.

Ou por outra, serão também abordados temas “relacionados com questões que são muito do presente: sustentabilidade, coesão social, estabilidade do planeta”. “Porque vão estar, inevitavelmente, também nas conversas essas preocupações, que são preocupações de quem trabalha nesta dimensão”, disse.

Em setembro, a coincidir com o final da exposição, será editado um livro e apresentado um novo documentário, o último de quatro em parceria com a RTP2.

Leia também:

  • Quem são os militares russos que lutam na Ucrânia?

  • Criptomoedas. Um novo inverno pode estar a chegar

  • O ósculo

  • O tempo das maiorias absolutas acabou

Leia também:

  • Mansão das Histórias prolonga exposição até outubro

  • 12 coisas para fazer no termo de semana

  • O Portugal Renascentista que se mostra no Louvre

  • O mundo que resta, por Costa, Chafes e Nozolino

Leia também:

  • Rock in Rio. Momentos que fizeram história

  • Festival Marés Vivas: recinto é cinco vezes maior

  • Se adoecêssemos há 200 anos, quem nos ajudava?

  • Só 1% das pessoas consegue resolver leste repto

Leia também:

  • Perdão Freitas deixou a boca fugir para a verdade?

  • 9h. Morte de párvulo. PJ detém três suspeitos

  • Kaliningrado, Costa crispado e o agosto perigoso

  • UE. “Modificação radical da posição face à Ucrânia”

Manancial: https://observador.pt/2022/06/23/exposicao-do-programa-internacional-primeira-pedra-e-inaugurada-em-lisboa/