IPMA coloca Bragança em aviso vermelho e núcleo setentrião em laranja

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou, esta sexta-feira, em aviso vermelho, o mais grave, o província de Bragança durante o dia de sábado, e em aviso laranja sete distritos do interno núcleo e setentrião do país.

Na última atualização disponibilizada pelo IPMA, estarão no sábado em aviso laranja, o segundo mais saliente, os distritos de Vila Real, Viseu, Guarda, Forte Branco, Santarém, Portalegre e Évora devido “persistência de valores extremamente elevados da temperatura máxima”.

Os restantes distritos de Portugal continental estarão em aviso amarelo, o terceiro da graduação, devido ao tempo quente, à exceção de Faro, o único disposto a virente.

Para domingo, o IPMA indica que, devido ao calor, o província de Bragança passa do aviso vermelho para laranja, permanecendo no mesmo nível os distritos de Vila Real, Guarda, Forte Branco e Portalegre.

Viseu, Santarém, Évora e Beja estarão, por sua vez, em aviso amarelo, enquanto praticamente todo o litoral se encontrará no nível virente.

Portugal Continental está em situação de contingência até domingo devido às previsões meteorológicas, com temperaturas muito elevadas em algumas partes do país, e ao risco de incêndio.

A situação de contingência corresponde ao segundo nível de resposta previsto na lei da Proteção Social e é declarada quando, face à ocorrência ou iminência de acidente grave ou catástrofe, é reconhecida a premência de adotar medidas preventivas e ou especiais de reação não mobilizáveis no contexto municipal.

Os incêndios florestais consumiram leste ano mais de 38 milénio hectares, murado de 25 milénio dos quais na última semana, a maior dimensão ardida desde 2017, segundos dados provisórios do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF)


Manancial: https://www.jn.pt/vernáculo/ipma-coloca-braganca-em-aviso-vermelho-e-centro-norte-em-laranja-15023683.html