Menus degustação e vista panorâmica, Álvaro de Campos, e o Mundial na Nortada. 12 coisas para fazer no termo de semana

dsc06049 scaled

“The Shape of a Circle in the Dream of a Fish”

Rua D. Manuel II – Galeria Municipal do Porto. Sábado e domingo, a partir das 15h15. Ingressão: gratuita

Para os curiosos sobre o mundo, a arte e o envolvente: o festival londrino de ecologia e arte “The Shape of a Circle in the Dream of a Fish” chega oriente termo de semana pela primeira vez a Portugal, mais concretamente à Galeria da Biodiversidade do Porto, com um programa que inclui conversas, debates, performances e concertos. O evento congrega artistas, historiadores, cientistas e figuras da arquitetura e música de diferentes partes do mundo, com o intuito de partilharem os seus conhecimentos e histórias, celebrando o interceptação entre ciência, magia e espiritualidade. Entre os diferentes convidados, destacam-se o artista e músico Nahum Mantra, o filósofo Federico Campagna, o ecologista comportamental Alex Jordan, o arquiteto Yussef Agbo-Ola, a psicóloga Nicola S. Clayton, o repórter Onome Ekeh, a artista e performer Cru Encarnação, a historiadora Sophie Lunn-Rockliffe, a performer vocal Hatis Noit, e a artista e arquiteta Rain Wu. Haverá ainda uma sessão com filmes de Ben Rivers, Derek Jarman, Dominique Knowles, Himali Singh Soin, Mariana Caló e Francisco Queimadela e Rosalind Fowler.

Pensar a arte e a ecologia nos nossos dias é o mote deste festival londrino que se realiza pela primeira vez em Portugal

Sarau do Espumante

Largo do Mercado (Melgaço). Sexta-feira, das 11h às 02h; sábado, das 12h às 02h e domingo das 12h às 18h. Ingressão: gratuita

Para comemorar uma região: a 8.ª edição da Sarau do Espumante está de revinda a Melgaço, território privilegiado de Alvarinho, que volta a explorar a espumantização desta raça, numa aposta potente nos produtores na elaboração de vinhos dessa tipologia, com diferentes tempos de estágio e respetivos graus de complicação. A par da bebida, que poderá degustar ou levar para vivenda, esta edição contará ainda com sessões de show cookings com os chefs Chakall, do Cozinha Divina, Hugo Freitas Araújo, do restaurante Solar dos Presuntos, e António Loureiro, responsável pelo restaurante homónimo em Guimarães, detentor de uma estrela Michelin. As propostas gastronómicas serão pensadas para a harmonização com espumantes, já Manuel Moreira, sommelier e provador da Revista de Vinhos, conduzirá diariamente provas comentadas que ajudarão a interpretar os segredos e as virtudes da espumantização da raça estrela da sub-região. A Real Confraria do Vinho Alvarinho fará a habitual saudação ao Alvarinho de Monção e Melgaço e as noites de sexta-feira e sábado terão animação músico com DJ Tata, o trio Bruno Pereira (guitarra e voz) ou DJ Pedro Simões, da rádio RFM.

A Sarau do Espumante em Melgaço regressa com produtores da raça Alvarinho e três chefs a cozinhar propostas muito portuguesas

“Santo do Pau Vazio”

Coliseu do Porto. Tel.: 22 339 4940. Até domingo. Ingressão: gratuita

Para uma lição de história no Coliseu: Gustavo Silvamaral, artista visual originário de Brasília, foi selecionado entre 50 candidaturas da primeira Residência Artística do Coliseu para passar dois meses na cidade do Porto, inspirar-se e fabricar arte. O coração de D. Pedro I e a mineração do ouro no Brasil colonizado foram o mote para o seu mais recente trabalho, das quais o resultado pode ser visto até domingo no Lounge do Coliseu. Em “Santo do Pau Vazio”, Gustavo Silvamaral procura relacionar o processo de mineração do ouro no período colonial brasílio e suas consequências no Brasil, sendo uma delas a Independência. Os trabalhos utilizam enquanto referencial o facto de D. Pedro I, figura chave para a independência brasileira, ter escolhido no seu leito de morte deixar o seu coração na guarda da cidade do Porto.

O resultado da primeira residência artística promovida pelo Coliseu do Porto está exposta até oriente domingo

Ilícito

Rua do Almada, 224 (Porto). Tel.: 22 010 2500. Bar: segunda a quinta, das 11h às 00h; sexta-feira e sábado, das 11h à 01h. Restaurante: segunda a domingo, das 19h30 às 22h

Para consumir com provocação: integra o The Editory Boulevard Aliados Porto Hotel e divide-se entre um bar e um restaurante, onde o chef André Silva expressa toda a sua originalidade e ousadia, em propostas irreverentes e provocantes. A decoração do Ilícito mistura o grotesco, a inspiração circense e a memória vintage, está recheada de espelhos, paredes pintadas à mão por artistas locais e muita cor no pavimento, no teto e no mobiliário. Na missiva do bar imperam os cocktails de responsável com canela, algodão rebuçado, espumante ou maracujá a fumegar, mas também o finger food, porquê o taco de salmão com kimchi, citrinos e gel de maçã, tapioca de lavagante, manteiga de funcho, queijo trufado e endívias, cachorrinho em volume brioche com carabineiro e molho bearnês ou trufas de rabo de boi com foie gras. Já no restaurante, crédulo somente ao jantar com dois menus de degustação, reinam o carabineiro com lula e caviar de citrinos, a raia com coco, caril e chutney de abacaxi, o magret de pato com puré de plátano fumado, alho preto e grãos de mostarda e, para terminar, bolas de Berlim com malagueta e creme de limar, churros com licor Baileys ou pudim flan de cogumelos, gelado de alga nori e  bolo podre com especiarias.

Carabineiro, lulas e caviar e citrinos compõem um dos pratos do menu de degustação do chef André Silva

“Vida e Sigilo – Aurélia de Souza 1866 – 1922”

Museu Vernáculo Soares dos Reis (Porto). Tel.: 22 339 3770. Até 21 de maio. Terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Ingressão: 3€ (gratuito aos domingos das 10h às 14h para residentes em Portugal)

Para comemorar uma efeméride em bom: no centenário da morte da pintora Aurélia de Sousa, o Museu Vernáculo Soares dos Reis inaugura uma exposição com o trajectória de vida de uma das mulheres mais marcantes do quadro artístico pátrio. A mostra acompanha o seu trajectória na passagem do século XIX para o século XX, tendo tido a ousadia de viajar para Paris para aí ter a possibilidade de contactar com os artistas mais consagrados do seu tempo. Com um número significativo de obras da artista na sua coleção, o museu permite ainda o interceptação com outras coleções públicas e privadas, proporcionando uma apresentação mais ampla da obra de Aurélia de Sousa.

A pintora Aurélia de Sousa é a protagonista da novidade exposição do Museu Vernáculo Soares dos Reis, no Porto

Fan Zone na Nortada

Rua de Sá da Bandeira, 210 (Porto). Tel.: 22 018 1000. Terça-feira a domingo, das 12h às 02h

Para juntar os amigos e o futebol: nem sempre é fácil encontrar poisos para ver os jogos do Mundial com comida, bebida e espaço para juntar os amigos, mas a Nortada criou uma Fan Zon decorada a rigor para o efeito e com prémios que irão aguçar o seu espírito competitivo. Bandeiras da seleção pátrio, relva, puffs, ecrãs gigantes e aquecimento para fintar as baixas temperaturas deste inverno são somente alguns mimos com que pode descrever e para facilitar os brindes durante o Mundial estão disponíveis packs de cerveja de 40cl e aperitivos, amendoins, azeitonas ou tremoços, por 4€, e ainda alguns petiscos imperdíveis para seguir os jogos, tais porquê preguinhos, cachorros, hamburgers, bolas de alheira ou chicken wings. Para quem quiser evadir às emoções do futebol, saiba que o piso superior do espaço está, desde o início de novembro, novamente crédulo ao almoço com um menu semanal definido, havendo também possibilidade de repasto à missiva.

A Fábrica da cerveja Nortada mudou a decoração do espaço para receber grupos nos jogos do Mundial 2022

Mercado do Fortaleza

Galeria do Paço da Universidade do Minho (Braga). Sábado, das 10h às 19h, e domingo, das 19h às 18h. Ingressão: gratuita

Para comprar português: se já está a antecipar alguns presentes de Natal, oriente termo de semana em Braga regressa um mercado onde reina o talento de designers, artistas e artesãos portugueses, em produtos exclusivos e sustentáveis. Vestidos da Paired, camisas da Sargi, sapatilhas da Wazy, joalharia da Ca’dore, flores da Flamor, têxteis para a vivenda da Emoh ou malas e carteiras da Zanzibar são alguns exemplos que poderá encontrar, num evento que junta também donuts de vários sabores, tapas, cocktails de responsável ou vinhos da Sogrape a copo.

A marca de acessórios Zanzibar & Co. é uma das assinaturas presentes no mercado devotado ao talento pátrio

Melting

R. Formosa, Porto (Galeria do Mercado do Bolhão). Sexta-feira, 25 de novembro, das 12h às 19h15; sábado, 26 de novembro, das 12h às 18h. Bilhetes a 50€.

Para consumir, ingerir e aprender com quem sabe: a 25 e 26 de setembro regressa ao Mercado do Bolhão o Melting, evento gastronómico que vai reunir 11 chefs nacionais e internacionais, que ali vão apresentar e cozinhar alguns dos produtos e receitas mais emblemáticos da gastronomia portuguesa, tendo porquê temas e matérias-primas centrais as sopas, os azeites, arrozes, horto e porco. Entre os participantes, estarão Nuno Castro, do Fava Tonka. Renato Cunha, do Ferrugem, André Magalhães, da Taberna da Rua das Flores, Francisco Alves, produtor de de suínos de raça alentejana, Edgardo Pacheco, jornalista, e a oleóloga Ana Carrilho, do Esporão. A mesma iniciativa integra as Melting Table Talks conversas com cozinheiros, produtores, jornalistas e investigadores, que vão também orientar provas e participar em sessões de live cooking. Ingressão individual tem um valor de 50€. Os bilhetes podem ser comprados no site.

O renovado Mercado do Bolhão prepara-se para receber conversas, provas, show cooking, chefs a cozinhar.

“Tabacaria”

Teatro Ibérico. 24 a 27 de novembro. Tel.: 927510092. Quinta-feira a sábado, às 21h; domingo, às 17h. Bilhetes: 10€.

Para pensar Álvaro de Campos, os sonhos e o consciente: uma das obras mais marcantes de Fernando Pessoa, assinada por Álvaro de Campos, é o ponto de partida para a peça em cena no Teatro Ibérico de 24 a 27 de novembro. Com encenação de João Garcia Magalhães, também co-diretor deste teatro, “Tabacaria” desconstrói um dos heterónimos mais acalmados do poeta e propõe a exploração dos sonhos, a reflexão da dicotomia entre o inconsciente e consciente, conjugando a trova e o teatro. Paulo Filipe Monteiro foi o ator convidado para, através do corpo, voz e espaço, dar vida ao poema de Pessoa. Pode ser vista às 21 horas quinta, sexta e sábado e às 17 horas no domingo. Os bilhetes custam 10€ e estão disponíveis na Ticketline ou na bilheteira do teatro nos dias do espetáculo. Reservas disponíveis através do email bilheteira@teatroiberico.org ou por telefone (ver supra).

Peça que junta teatro e trova, a partir de Álvaro de Campos, de Fernando Pessoa, estará em exibição até 27 de novembro.

“Outras Lembranças, Outros enredos”

Av. da Índia, 1300-598 Lisboa (Cordoaria Vernáculo). Até 18 de dezembro. Terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Ingressão livre.

Para repensar a relação Portugal-Brasil através da arte: a propósito do bicentenário da independência do Brasil, a Cordoaria Vernáculo, em Lisboa, recebe “Outras Lembranças, Outros Enredos”, uma exposição que reúne mais de 200 obras da Coleção Teixeira de Freitas (será a maior apresentação da coleção no país) com o objetivo de fomentar o diálogo em torno da relação (histórica e atual) entre os dois países. Com curadoria de Bernardo Mosqueira e Luiza Teixeira de Freitas, a exposição destaca obras de mais de 150 artistas de todo o mundo. Uma iniciativa do Ministério dos Negócios Estrangeiros, de ingressão livre, patente de 16 de novembro a 18 de dezembro.

Exposição, de ingressão livre, junta mais de uma centena de artistas na Cordoaria Vernáculo.

Novidade missiva no Hotel Verride Palácio de Santa Catarina

Rua de Santa Catarina, 1 (Lisboa). Tel.: 21 157 3055. Segunda-feira a domingo das 12h30 às 14h30 e das 19h00 às 22h30. Preço: a partir de 65€/pessoa

Para degustar e recordar: o chef Fábio Alves, do restaurante Suba do hotel Verride Palácio Santa Catarina, acaba de estrear três menus de degustação, batizados com nomes de naus, inspirados nos descobrimentos portugueses, propondo uma viagem por sabores e texturas com os melhores produtos desta estação, porquê marmelo, a trufa, os cogumelos ou a jerimu. Além dos menus de degustação, que podem ser harmonizados com vinho, os clientes podem ainda escolher o serviço à missiva. Presunto de pato artesanal, citronela e couve-flor, foie gras, cabeça de xara e maçã, lula, feijoeiro e pinhão ou pombo real, marmelo e cenoura fumada são alguns exemplos de pratos principais, já o conúbio da jerimu, requeijão, mel e alecrim faz uma das sobremesas.

Presunto de pato artesanal, citronela e couve-flor é uma das combinações presentes no menu São Cristóvão

Mercado de Natal da Senhora da Rosa

Rua da Sra. da Rosa 3, Ponta Delgada, São Miguel (Senhora da Rosa Tradition & Nature Hotel). 26 e 27 de novembro, das 10h às 18h. Ingressão livre.

Para comprar lugar (e a tempo) oriente Natal: a 26 e 27 de novembro o Senhora da Rosa Tradition & Nature Hotel, em São Miguel, nos Açores, recebe a 2.ª edição do Mercado de Natal. Entre as 10h e as 18h, as portas vão estar abertas para apresentar artesanato e produtos gourmet da região, distribuídos por 30 expositores. Pela mão de  produtores e artesãos locais, haverá vinho, chocolate, compotas, azeites, panetons com aromas dos Açores, cosmética originário, acessórios, bijuterias, presépios ou peças de vestuário e decoração. No meio disto, a miséria e a sede podem ser saciados com provas de bebida e comida.

Mercado de Natal traz à unidade hoteleira o melhor do que se produz em São Miguel.

“Nunca mais é sábado” é uma rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o termo de semana.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Leia também:

  • Cinco portugueses contam porquê é viver no Qatar

  • Um a um, os 8 estádios do Mundial do Qatar

  • “Eximir-me? Era dar eficiência a quem me telefonou”

  • Um a um, os 8 estádios do Mundial do Qatar

Leia também:

Leia também:

  • Pastelaria Versailles faz 100 anos com “glamour”

  • Sara Carbonero operada de urgência

  • Budweiser quer reaver 45 milhões de euros à FIFA

  • 3h. Envelhecimento. Solução podem ser estrangeiros

Leia também:

  • Vamos lá logo percutir no bei de Tunes

  • 1h. OE. Destaque volta a ser de Livre e PAN

  • Novos administradores para BdP, CMVM e ASF

  • Centenas de polícias manifestam-se em silêncio

Natividade: https://observador.pt/2022/11/25/menus-degustacao-e-vista-panoramica-alvaro-de-campos-e-o-mundial-na-nortada-12-coisas-para-fazer-no-fim-de-semana/