Na Herdade do Peso a terreno dobrada é devolvida à natureza

A Toyota sobe e desce colina posteriormente colina na Herdade do Peso (Vidigueira), uma vez que se deslizasse num parque de diversões. No fundo de cada escarpa perdemos o setentrião, mas, no topo, a vista da frasqueira novidade (também ela ondulante) orienta-nos no território. Por caminhos de limo, Catarina Santa-Martha, responsável pela viticultura da Herdade do Peso, entusiasma-se a falar dos micro-terroirs da propriedade e dos diferentes projectos que mudam o imaginário de uma vinha alentejana. A limo, o tal exaltação e o pé de Catarina no acelerador fazem a pick up bailar de traseira e de frente nas curvas. No interno está Mafalda Guedes (responsável da gestão corporativa da marca Sogrape) e na caixa oportunidade vão, em modo de equilibristas, Luís Cabral de Almeida, director de enologia para o Alentejo, e João Vasconcelos Porto, director de viticultura da Sogrape. Ninguém foi projectado numa curva, mas por muito pouco.

Manancial: https://www.publico.pt/2022/11/25/fugas/reportagem/herdade-peso-terra-dobrada-devolvida-natureza-2028896