Novas buscas na Comunidade Israelita do Porto

22123991 scaled

.beginning-of-articles p {
background: #f3f3f3;
padding: 20px;
font-size: 16px;
}
body#dark .beginning-of-articles p {
background: #262626;
}

Tem chegada livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

No contextura das suspeitas de devassidão nos processos de licença de nacionalidade portuguesa aos descendentes sefarditas, a Polícia Judiciária (PJ) voltou a fazer buscas na Comunidade Israelita do Porto esta manhã, avançou a CNN Portugal e confirmou o Observador.

Comunidade israelita do Porto faz lucros milionários com nacionalidade portuguesa a sefarditas

Esta é a segunda operação de buscas, levada a cabo pela Unidade Pátrio de Combate à Prevaricação da PJ, que levantou suspeitas sobre centenas de certificados de sucessão sefardita emitidos pela comunidade portuense.

Represado rabino da Comunidade Israelita do Porto, um dos responsáveis pela atribuição de cidadania portuguesa a Abramovich

Depois das primeiras buscas, em março deste ano, foi represado o rabino da Comunidade Israelita do Porto. Daniel Litvak é o principal suspeito de crimes uma vez que devassidão, tráfico de influência ou falsificação de documentos.

Comunidade Judaica do Porto suspende certificação de judeus sefarditas pós detenção do rabino

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Entre os casos que obtiveram nacionalidade portuguesa por intermédio da Comunidade Israelita do Porto estão os do milionário russo Roman Abramovich e de Patrick Drahi, possuinte da Altice.

Leia também:

Leia também:

  • Jovem represado por sequestro no Porto

  • PJ detém 2 suspeitos de pornografia de menores

  • Football Leaks. Tribunal interroga inspetor da PJ

  • Leiria. Represado suspeito de ter baleado 2 pessoas

Leia também:

  • TC compara confinamentos a prisão domiciliária  

  • Haia recebe conferência sobre crimes de guerra

  • 90% dos portugueses considera devassidão generalidade

  • Ucrânia. UE, EUA e aleados apoiam processo no TIJ

Leia também:

  • As notícias das 16h

  • “Donos dos terrenos preferem remunerar multas”, ANAFRE

  • Rebolo, Ansião, praticamente cercada pelo queima

  • Ansião. “Ficou o fundamental: nós e as casas”

Nascente: https://observador.pt/2022/07/14/novas-buscas-na-comunidade-israelita-do-porto/