Presença indesejada de ex da prometida na origem de atropelamento em conúbio

image

Os portugueses envolvidos no atropelamento mortal de quatro pessoas num conúbio em Torrejon de Ardoz, nos periferia de Madrid, Espanha, tinham sido convidados para a protocolo religiosa, mas não para o copo-de-água no restaurante El Rancho, onde compareceram muro de 250 pessoas. O condutor do sege que provocou o acidente e os dois filhos, que também seguiam na viatura, foram detidos, mas um sobrinho ainda se encontra em fuga.

Segundo avança esta segunda-feira o quotidiano “El Mundo”, citando relatos de familiares, o sobrinho, em tempos, teve uma relação com Sónia, a prometida, e por isso a família do atual consorte não queria que os quatro marcassem presença na sarau.

No entanto, à noite, os quatro familiares dirigiram-se ao restaurante onde se realizava o copo-de-água. O conflito terá escalado em seguida uma rixa entre os parentes do nubente e o cidadão português e respetivos familiares, já depois de terem sido convidados a trespassar.

Foi no exterior, por volta das 2.30 horas, quando todos os parentes já se encontravam no estacionamento, que o português terá ligado o sege sem conflagrar as luzes. Aí terá avançado a toda velocidade contra as pessoas que estavam na porta àquela hora. O carro, um Toyota Corolla cinzento, atingiu vários convidados e atropelou mais de uma dezena de pessoas, matando quatro pessoas e ferindo gravemente outras quatro.

Posteriormente saírem à pressa do veículo, o pai e os dois filhos acabaram por ser intercetados pela Guardia Social, enquanto o sobrinho do condutor conseguiu fugir e está a ser procurado na região.

O português foi entregue à Polícia Pátrio, enquanto os dois filhos menores, de 16 e 17 anos, que o acompanhavam ficaram com a mãe.


Nascente: https://www.jn.pt/mundo/presenca-indesejada-de-ex-da-noiva-na-origem-de-atropelamento-em-casamento-15325973.html