Qual era o talento de Patricia Highsmith para o paixão?

loving highsmith

Patricia Highsmith é autora de um dos meus conselhos profissionais preferidos: “Se, ao mesmo tempo que é plumitivo, desenvolve outra atividade profissional, é importante vigiar uma curta margem de tempo, quotidiana ou durante o fim-de-semana, que seja sagrada e, durante a qual, nenhuma interrupção é permitida. Duas ou três horas de trabalho durante cinco noites por semana, ou oito horas todos os sábados, ou três horas durante quatro noites por semana. Um plumitivo deve fazer o seu horário e persistir nele. Um sentimento de persuasão em relação ao seu trabalho é primordial e, se se permitir interrupções e concordar convites, levante sentimento amolecerá lentamente.” Infelizmente, continuo a tentar pô-lo em prática desde que o encontrei num cláusula de uma Lire, há mais de 20 anos.

Mas “Loving Highsmith” é menos sobre o trabalho da escritora e mais, muito mais, sobre a sua vida pessoal. Sobre a sua vida amorosa homossexual e as pistas que para ela possa ter deixado na obra, vício habitual de muito “hermeneuta”, uma vez que se a arte fosse um mero jogo de codificação e descodificação de autobiografias, mas que Highsmith, aparentemente, permite.

[o trailer de “Loving Highsmith”:]

Nascente cláusula é restrito para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso pedestal a cliente.

Leia também:

  • Coadunado de Costa arguido não em 1, mas em 2 casos

  • PS a votos. Duas batalhas quentes (e um segurista)

  • Felicidade

  • Uma vez que Montenegro está a tentar trinchar com era-Rio

Leia também:

  • O filme da vida dos Football Leaks

Leia também:

Leia também:

  • As notícias das 7h

  • Novo Banco. Lucro quase triplica para 428 milhões

  • Musk promete Twitter com informação fidedigna

  • China. Confinamento atrasa produção de novo iPhone

Nascente: https://observador.pt/2022/11/07/qual-era-o-talento-de-patricia-highsmith-para-o-amor/