“Recordes são nulos sem títulos”: Conceição reforça que o objetivo do FC Porto é vencer o campeonato – Futebol

“O que vale é o próximo jogo, os três pontos, é mais uma final. À medida que se vai aproximando o final do campeonato, os jogos ganham mais peso. Não havendo títulos para o clube, os recordes são nulos. O nosso foco é lucrar em Guimarães, num jogo sempre muito fervoroso e enamorado.” Foi desta forma taxativa que o treinador do FC Porto reagiu oriente sábado quando questionado sobre a valor do recorde de 56 jogos sem perder na Liga, que pode ser suplantado oriente domingo (18h00) na movimento ao estádio do Vitória.

“Os adeptos querem é lucrar o campeonato, não vão comemorar um recorde do Sérgio Conceição nos Aliados. Pensam assim e eu também”, destacou Sérgio Conceição, que neste momento divide com John Mortimore (no Benfica, de outubro de 1976 a agosto de 1978) a melhor série de invencibilidade no campeonato.


O FC Porto tem um evidente ascendente (113 vitórias e 37 empates ) sobre o V. Guimarães. No entanto, o histórico recente revela jogos pautados pelo estabilidade e triunfos pela margem mínima. “Vai ser um jogo competitivo, historicamente é sempre um duelo difícil. Sempre que há oriente jogo, sai cá para fora o fervor dos adeptos dos dois lados”, realçou Sérgio Conceição.O treinador dos dragões fez questão de elogiar o contendor e o técnico Pepa. “Vamos colher um Vitória num bom momento, com jogadores interessantes e um treinador que tem feito um trajectória técnico interessante. Resta-nos saber as mais-valias do contendor e perceber que temos qualidade e valia para ir a Guimarães lucrar o jogo, que é o que queremos. Não pensamos noutra coisa”, afirmou o timoneiro azul-e-branco.

Sérgio Conceição debate-se com várias ausências, mas a de Matheus Uribe é aquela que tem maior peso. Uma vez que é seu timbre, o treinador portista desmistifica o impedimento do médio colombiano: “Há várias soluções, mas evidente que queríamos que os jogadores estivessem todos disponíveis.”

“corri 20 quilómetros em jejum”
“Sou católico praticante, faço o meu jejum também e oriente sábado [sexta-feira], em jejum, fiz 20 quilómetros a percorrer e não senti falta nenhuma. Há valores que passam para lá da falta momentânea de alguma substância”, afirmou Sérgio Conceição quando questionado sobre as possíveis consequências negativas do Ramadão no desempenho de Taremi e Zaidu.


Manadeira: https://www.cmjornal.pt/desporto/futebol/pormenor/recordes-sao-nulos-sem-titulos-conceicao-reforca-que-o-objetivo-do-fc-porto-e-vencer-o-campeonato