Selena Gomez garante que não usa internet há quatro anos e meio (e está mais feliz)

GettyImages 1198907153 scaled

.beginning-of-articles p {
background: #f3f3f3;
padding: 20px;
font-size: 16px;
}
body#dark .beginning-of-articles p {
background: #262626;
}

Tem entrada livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A cantora Selena Gomez dá créditos às melhorias na sua saúde mental à decisão de desabitar o mundo virtual, onde estava diariamente sujeita ao escrutínio público. Não usa internet há quatro anos e meio, revelou esta segunda-feira no programa “Good Morning America”. “Não posso crer que estou onde estou psicologicamente só graças à forma porquê dei os passos necessárias para me distanciar a internet”, afirmou.

Apesar de ser uma das pessoas com mais seguidores do mundo – no Instagram conta com mais de 300 milhões –, a artista garantiu que esse encolhimento mudou a sua vida “completamente”.

Estou mais feliz, mais presente e mais ligada às pessoas. Entendo o quão poderosa é a internet e, de muitas maneiras, faz as melhores coisas para o mundo. Mas, para mim, recebo as notícias que são realmente importantes através das pessoas que estão na minha vida”, afirmou.

Desde portanto, é a sua equipa que publica e gere o seu perfil, embora seja a própria Selena Gomez quem controla o que é publicado nas redes sociais.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A razão da sua ida ao programa foi a Wondermind, uma plataforma para a saúde mental que ajudou a fundar e, dando o seu testemunho de porquê é mourejar com o transtorno da bipolaridade, explicou que o objetivo é produzir recursos para quem deles necessita. Caraterizando o projeto porquê “reconfortante”, afirmou: “Há locais onde as pessoas se dirigem quando precisam de ajuda e é lastimoso que paguem quantias ridículas”.

O libido é, precisamente, combater a exiguidade de respostas e de pedestal: “Assim porquê existe Planned Parenthood [organização que fornece ajuda e cuidados em termos de planeamento familiar nos Estados Unidos], um lugar para as mulheres se sentirem muito e se sentirem compreendidas, eu quero isso para a saúde mental”.

Leia também:

  • O que (não) se sabe sobre o ataque à Sonae

  • O massacre de Bucha e Alexandre Guerreiro

  • Comentador pró-Putin defende “desucranianização”

  • “Estamos a dar-lhes uma tunda. É o termo de Putin”

Leia também:

  • Quem são as (misteriosas) filhas de Putin?

  • Saramago e o 25 de Abril juntos num palco em Viana

  • Príncipe André recebe 1 milhão de libras de burlão

  • Polícia estava preparada para prender Will Smith 

Leia também:

  • Sogrape suspende vendas para Rússia e Bielorrússia

  • Vinho Virente cancela ações de promoção na Rússia

  • Portugueses praticaram mais tirocínio em 2021

  • Os homens acreditam menos na terapia

Leia também:

  • 13h. Zelensky vai discursar no Parlamento

  • China promete reagir se Pelosi visitar Taiwan

  • Açores. Avisos laranja e amarelo a partir de sexta

  • Barcelos. Varão dispara sobre mulher e suicida-se

Natividade: https://observador.pt/2022/04/07/selena-gomez-garante-que-nao-usa-internet-ha-quatro-anos-e-meio-e-esta-mais-feliz/