Um referendo à presidência de Biden ou a antecâmara do revinda de Trump. O que está em pretexto nas eleições intercalares nos EUA?

39615787

É já na próxima terça-feira que Joe Biden enfrenta nas urnas o seu primeiro grande teste enquanto Presidente dos EUA e há uma grande verosimilhança de vir a chumbar. Os eleitores norte-americanos são chamados às urnas para as primeiras eleições intercalares do procuração de Biden, nas quais estão em jogo 36 governadores, 435 congressistas e 34 senadores — mas, supra de tudo, a popularidade do Presidente.

Depois do caos que se seguiu às eleições presidenciais de 2020, o cenário político norte-americano mudou: o Partido Republicano é mais popular que o Partido Democrata, a opinião sobre Joe Biden é mais desfavorável e até já se desenha o revinda de Donald Trump, que muito provavelmente vai usar o provável momento de celebração dos republicanos para anunciar o seu revinda com a pré-candidatura às presidenciais de 2024.

Eleições intercalares nos EUA são referendo a Biden democrata e teste à oposição republicana

Levante item é individual para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso esteio a cliente.

Nascente: https://observador.pt/especiais/um-referendo-a-presidencia-de-biden-ou-a-antecamara-do-regresso-de-trump-o-que-esta-em-causa-nas-eleicoes-intercalares-nos-eua/